Pesquisar neste blogue

segunda-feira, outubro 28, 2013

Navios da Real Marinha de Guerra Portuguesa III




Bergantins

        Navio de guerra de dois a três mastros, mais leve e armado que as Fragatas foram conhecidos como Fregantinas e mais tarde todos Bergantins de três mastros, foram classificados como Corvetas. Armados pelo menos com 24 a 30 peças de artilharia, e com 140 a 200 homens a bordo, eram os navios de apoio das esquadras e serviam como guarda costa e contra corso.

(Bergantim navio de guerra de dois mastros em S. Salvador da Baia)

São José de África
Bergantim

        Navio português de linha, construído no estaleiro do arsenal da marinha em Luanda na Angola, lançado ao mar em 1786 com o nome de ‘S. José de África’ com um decke de artilharia com 24 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo e pronto para o serviço no mesmo ano, fora de serviço em 1800? foi desmanchado no mesmo ano no Rio de Janeiro.

        Armamento
     
             1788 - 24 peças de artilharia, 20 peças de 12 lr. 4 peças de 6 lr.
Galgo
Bergantim

        Navio inglês, comprado como Cutér em Inglaterra em 1786 com o nome de ‘Galgo’ com um decke de artilharia com 20 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo e pronto para o serviço no mesmo ano e que passou a Bergantim em 1788, fora de serviço em 1792.
          
        Armamento

            1786 - 20 peças de artilharia, 16 peças de 12 lr. 4 peças de 6 lr.
Lebre
Bergantim

        Navio português de linha, construído no estaleiro do arsenal da marinha em Lisboa, lançado ao mar em 16 de Outubro de 1788 com o nome de ‘Lebre Grande’ para o distinguir de outro navio com o mesmo nome com um decke de artilharia com 24 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo e pronto para o serviço no mesmo ano, fora de serviço em 1821, foi desmanchado no mesmo ano no Rio de Janeiro.

       Comandantes

        14.12.1792 - Capitão-de-fragata Álvaro Sanches de Brito, Comandante do Bergantim 'Lebre' que fez parte da Esquadra do Estreito e que acompanhou a frota comandada pela nau 'Rainha de Portugal' que regressou a Lisboa após a missão no Estreito de Gibraltar.


         11.08.1907 - Capitão-de-mar-e-guerra Daniel Thompson, que participa na Esquadra que levou a família Real para o Brasil.


Armamento

            1788 - 24 peças de artilharia, 20 peças de 12 lr. 4 peças de 6 lr.

Falcão
Bergantim

        Navio português de linha, construído no estaleiro do arsenal da marinha em Lisboa, lançado ao mar em 18 de Dezembro de 1789 com o nome de ‘Falcão’ com um decke de artilharia com 24 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, também conhecido por ‘Falcio’ e lançado ao mar juntamente com a 'Nau Dona Maria I' e a Fragata 'São João, Príncipe do Brasil', pronto para o serviço no mesmo ano, em 1790 juntamente com a Fragata 'Cisne', largou de Lisboa para viagem de instrução de Aspirantes e Guarda-Marinha, em 1798 fazendo parte da esquadra, no teatro de operações no Mediterrâneo perdeu-se por abalroamento com a Nau 'Príncipe Real', fora de serviço em 1798, perdeu-se por afundamento em 1798.
Comandantes
1794-1796 - Capitão-tenente Manuel de Jesus Tavares, Comandante do Bergantim 'Falcão' da 1ª Divisão da Frota Real Portuguesa do Atlântico, que saiu do Tejo no dia 25 de Dezembro de 1795, escoltando um comboio de navios mercantes para a América. Comandante do Bergantim 'Falcão' da 4ª Divisão da Frota Real Portuguesa do Brasil, que navegando desde a Bahia no Brasil, escoltando um comboio de navios mercantes, entrou no Tejo na manhã de 23 de Julho de 1796.
1796-1798 - Capitão-tenente, Miguel Oliveira Pinto, Comandante do Bergantim 'Falcão' que em 1798 faz parte da Esquadra do Mediterrâneo comandada pelo Vice-Almirante Marquez de Niza.
Armamento
1789 - 24 peças de artilharia, 20 peças de 12 lr. 4 peças de 6 lr.
Voador
Bergantim

        

        Navio português de linha, construído no estaleiro do arsenal da marinha em Lisboa, lançado ao mar em 1790 com o nome de ‘Voador’ e pronto para o serviço no mesmo ano com um decke de artilharia com 24 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, em 1793 largou incluído na esquadra de auxilio à Inglaterra e em 1808-1809 fez parte das forças navais que conquistaram a Guiana Francesa, em 1820 foi classificada como Corveta, fora de serviço em 1822, em 1823 passou para a Armada do Brasil.
      
        Comandantes

         1792-1793 - Capitão-de-fragata João Gomes da Silva Teles, Comandante do Bergantim 'Voador' que fez parte da Esquadra do Estreito e que acompanhou a frota comandada pela nau ´'Rainha de Portugal' que regressou a Lisboa após a missão no Estreito de Gibraltar.

            1793-1795 - Capitão-Tenente, Daniel Thompson, Comandante do Bergantim Voador' que fez parte da Esquadra do Canal que de Junho de 1793 a Agosto do mesmo ano participou na missão com a frota inglesa na defesa do Canal da Mancha, comandada pelo Tenente-General José Sanches de Brito. A 1 de Julho de 1794 a 6 de Julho do mesmo ano faz parte da esquadra de guarda-costa comandada pelo Chefe de Divisão Pedro de Mariz de Sousa Sarmento. A 12 Julho de 1794 é integrado na Esquadra do Oceano comandada pelo Chefe de Esquadra António Januário do Vale. De 31 de Julho de 1794 a 1 de Março de 1795, faz parte da Esquadra do Canal comandada pelo Chefe de Esquadra António Januário do Valle.

        1795-1797 - Capitão-de-fragata Francisco Manuel de Souto, Comandante do Bergantim 'Voador' que fez parte da Esquadra do Atlântico que a 5 de Abril de 1795 que escoltou uma frota de navios mercantes comandada pelo Capitão-de-mar-e-Guerra António José Valente. A 20 de Janeiro de 1797 participa na Esquadra do Atlântico que escolta uma frota de navios mercantes para o Brasil.

      1807-1808 - Capitão-de-Fragata Francisco Maximiliano de Sousa, Comandante do Bergantim 'Voador' que participou na Esquadra Real que levou a família real portuguesa para o Brasil.


          Armamento

1790 - 24 peças de artilharia, 20 peças de 12 lr. 4 peças de 6 lr.
Serpente do Mar
Bergantim

        

Navio português de linha, construído no estaleiro do arsenal da marinha em Lisboa como Bergantim ‘Serpente do Mar’, com um decke de artilharia com 24 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, lançado ao mar em 28 de Setembro de 1791 e pronto para o serviço no mesmo ano, em 1816 foi reconstruido e preparado como Corveta e passou a ter o nome de ‘Calipso’ fora de serviço em 1822, em 1834 foi vendida como inútil.

Comandantes

1793 - Capitão-Tenente Filipe Alberto Raymundo Patroni, Comandante do Bergantim 'Serpente do Mar' nomeado para pertencer á segunda esquadra da Frota do Atlântico em 20 de Março de 1793 comandada pelo Tenente-General Bernardo Ramires Esquivel. A 23 de Março do mesmo ano saiu do Tejo integrado na primeira divisão comandada pelo Tenente General Bernardo Ramires Esquivel que era também comandante da Esquadra do Atlântico.

1793-1795 - Capitão-Tenente Antonio da Rosa Armamento, Comandante do Bergantim 'Serpente do Mar' que de Junho de 1793 a Agosto do mesmo ano faz parte da Esquadra do Canal comandada pelo Tenente-General José Sanches de Brito.

1795-1797 - Capitão-de-fragata Rodrigo Antonio da Rosa, Comandante do Bergantim 'Serpente do Mar' da 3ª Divisão da Frota Real Portuguesa do Atlântico, que saiu do Tejo no dia 25 de Dezembro de 1795, escoltando um comboio navios mercantes para a América. Comandante do Bergantim 'Serpente do Mar' da 2ª Divisão da Frota Real Portuguesa do Brasil, que navegando desde a Bahia no Brasil, escoltando um comboio de navios mercantes, entrou no Tejo na manhã de 23 de Julho de 1796.
Armamento
1789 - 22 peças de artilharia, 18 peças de 12 lr. 4 peças de 6 lr.
Gaivota do Mar
Bergantim

(Bergantim Gaivota do Mar)

        Navio português de linha, construído no estaleiro do arsenal da marinha em Lisboa, lançado ao mar em 1792 com o nome de ‘Gaivota do mar’ e pronto para o serviço no mesmo ano com um decke de artilharia com 24 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, foi empregue principalmente na guarda-costa, quer como pertencendo à esquadra quer como escoteiro, fora de serviço em 1822, passa para o Brasil em 1822.

            Comandantes

1792-1793 - Capitão-de-fragata António José Valente, Comandante do Bergantim 'Gaivota do Mar', navio de guerra que em 19 de Novembro de 1792 faz parte da Esquadra do Estreito. A 9 de Março de 1793 chegando de Lisboa com mantimentos é integrado novamente na Esquadra. A 20 de Março de 1793 faz parte da I Esquadra comandada pelo Chefe de Divisão Pedro Mariz de Sousa Sarmento.
1794-1795 - Capitão-de-fragata Francisco Manuel Sottomayor, Comandante do Bergantim 'Gaivota do Mar' que de 1 de Julho de 1794 a 6 do mesmo mês faz parte da Esquadra de guarda-costa.
1795-1797 - Capitão-Tenente João da Ponte Ferreira, Comandante do Bergantim 'Gaivota do Mar'. De 19 de Setembro de 1795 a 1 de Outubro do mesmo ano está em missão na Esquadra do Atlântico comandada pelo Chefe de Divisão Marquês de Niza. A 2 de Julho de 1796 pertence á Esquadra do Oceano comandada pelo Chefe de Divisão Joaquim Francisco de Mello e Povoas.
Armamento
1792 - 24 peças de artilharia, 20 peças de 12 lr. 4 peças de 6 lr.
Balão
Bergantim

        Navio português de linha, construído no estaleiro do arsenal da marinha em Lisboa, lançado ao mar em 1792 como Cutér, com o nome de ‘Balão’ e pronto para o serviço no mesmo ano com 20 peças de artilharia, é classificado como Bergantim em 1797 com um decke de artilharia com 26 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, em 1798 juntou-se em Nápoles à esquadra comandada pelo Vice- Almirante Marques de Niza que cooperava com a frota do Mediterrâneo do Almirante Nelson, fora de serviço em 1822, encalhado e desmantelado na Bahia.

          Comandantes

1792-1795 - Capitão-tenente Daniel Thompson, Comandante do Bergantim 'Balão', navio de guerra da Esquadra do Estreito.
Armamento
1792 - 20 peças de artilharia, 18 peças de 12 lr. 2 peças de 6 lr.
1798-1800 - 24 peças de artilharia, 20 peças de 12 lr. 4 peças de 6 lr.
Diligente
Bergantim

        Navio português de linha, construído no estaleiro do arsenal da marinha em Lisboa, lançado ao mar em 15.12.1792, com um decke de artilharia com 24 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, pronto para o serviço no mesmo ano com o nome de ‘Sem Nome’ depois por ‘Palhaço’ e mais tarde por ‘Novo’, passou a ter o nome de ‘Diligente’ em 1796, foi empregue como guarda-costa, fora de serviço em 1807, vendido no mesmo ano e desmantelado em 1810.
        Comandantes

        1793-1796 - Segundo-tenente Antonio Pussich, Comandante do bergantim 'Sem Nome' da 2ª Divisão da II Esquadra da Armada Real da Frota do Oceano em Março de 1793, a segunda esquadra devia estar pronta para seguir o destino que o governo lhe desse, até aos fins de Março ou princípios de Abril de 1793.


Armamento
           1792 - 24 peças de artilharia, 20 peças de 12 lr. 4 peças de 6 lr.

Neptuno
Bergantim
        Navio português de linha, construído no estaleiro do arsenal da marinha em Lisboa, lançado ao mar em 1795, pronto para o serviço no mesmo, com o nome de ‘Diligente’ com um decke de artilharia com 24 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, foi utilizado como correio marítimo, fora de serviço em 1801, encalhou em 1801.

Armamento
            1795 - 24 peças de artilharia, 20 peças de lr pl. 4 peças de 6 lr.

Gavilo
Bergantim

        Navio espanhol de linha, comprado em Havana nas Ilhas de Cuba em 1796, pronto para o serviço no mesmo ano com um decke de artilharia com 22 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, com o nome de ‘Gavillo’, foi principalmente utilizado como correio marítimo para o Brasil, fora de serviço em 1814, foi apresado por um corsário na costa do Brasil em 1814.
Armamento
1796 - 22 peças de artilharia, 18 peças de 12 lr. 4 peças de 6 lr.
Europa
Bergantim
Navio português de linha, construído no estaleiro do arsenal da marinha em Lisboa, lançado ao mar em 1796, pronto para o serviço no mesmo ano com um decke de artilharia com 22 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, com o nome de ‘Europa’, em 1797 fez parte da escolta a um comboio de 46 navios para o Brasil, fora de serviço em 1797, encalhou e afundou-se em 1797/1798?

Comandantes

      1794-1796 - Capitão-de-Fragata Joaquim José Monteiro Torres, comandante do Bergantim 'Europa' que a 12 Outubro de 1794 foi preparado como navio hospital e enviado para o canal da Mancha para ser integrado na Esquadra do Canal comandado pelo Chefe de Esquadra António Januário do Valle.

Armamento
            1796 - 22 peças de artilharia, 18 peças de 12 lr. 4 peças de 6 lr.

Mercurio
Bergantim

        Navio comprado, pronto para o serviço no mesmo ano de 1796, com o nome de ‘Mercurio’ com um decke de artilharia com 20 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, foi utilizado como guarda- costa e no serviço de escolta de comboios, fora de serviço em 1798, encalhou e afundou-se em 1798?
Armamento
1796 - 20 peças de artilharia, 16 peças de 12 pl. 4 peças de 6 pl.

Dragão
Bergantim

        Navio português de linha, construído na Ribeira do Ouro no Porto, lançado ao mar em 1797, pronto para o serviço no mesmo ano com o nome de ‘Dragão’ com um decke de artilharia com 20 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, foi utilizado como guarda- costa, fora de serviço em 1798, deu à costa junto de Vila do Conde, encalhou e afundou-se em 1798.
Armamento
1796 - 20 peças de artilharia, 16 peças de 12 pl. 4 peças de 6 pl.
Olinda
Bergantim

        Navio português de linha, comprado em Lisboa em 1797, pronto para o serviço no mesmo ano com um decke de artilharia com 20 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, com o nome de ‘Olinda’ e também conhecido como Santo Antonio de Olinda foi utilizado para serviço de correio marítimo, fora de serviço em 1801, encalhou e afundou-se em 1801?
Armamento
1797 - 20 peças de artilharia, 16 peças de 12 pl. 4 peças de 6 pl.
Bem Te Vi
Bergantim

        Navio português de linha, comprado em Lisboa em 1798, pronto para o serviço no mesmo ano com um decke de artilharia com 24 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, com o nome de ‘Bem Te Vi’ para serviço de Corso marítimo contra a França, fora de serviço em 1799, encalhou e afundou-se em 1799?
Armamento
1798 - 24 peças de artilharia, 18 peças de 12 pl. 6 peças de 6 pl.
Real João
Bergantim

        Navio português de linha, construído no estaleiro de Vila do Conde, e comprado e lançado ao mar em 1799, pronto para o serviço no mesmo ano com um decke de artilharia com 20 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, com o nome de ‘Real João’ com a classe de Corsário depois de Escuna e finalmente de Bergantim em 1800, no mesmo ano começou a ser empregue no serviço de guarda-costa e no serviço de escolta de comboios, fora de serviço em 1822, em 1823 passou para a Armada do Brasil.
Armamento
           1800 - 20 peças de artilharia, 16 peças de 12 pl. 4 peças de 6 pl.

Paquete Real
Bergantim

        Navio português de linha, de 148t construído no Brasil em 1799, pronto para o serviço no mesmo ano com um decke de artilharia com 20 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, com o nome de ‘Santo António’, empregue no serviço de correio marítimo com o Brasil com o nome de ‘Paquete Real’, fora de serviço em 1804, desmantelado no Brasil em 1804.
       Armamento

       1799 - 20 peças de artilharia, 18 peças de 12 pl. 2 peças de 6 pl.

Hércules
Bergantim

        Navio português de linha, construído no Brasil em 1800, pronto para o serviço no mesmo ano com um decke de artilharia com 20 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, com o nome de ‘Hércules’, empregue no serviço na Costa Brasil, operava no Rio Grande na Esquadra do Brasil, fora de serviço em?
Armamento
           1800 - 20 peças de artilharia, 18 peças de 12 pl. 2 peças de 6 pl.

Condessa de Resende
Bergantim

        Navio português de linha, construído e adquirido no Brasil em 1803, pronto para o serviço no mesmo ano com um decke de artilharia com 20 peças de artilharia e com 140 a 160 homens a bordo, com o nome de ‘Condessa de Resende’, em 1807 fez parte da Esquadra que transportou a família real ao Brasil, empregue no serviço de correio marítimo com o Brasil, passou a ter o nome de ‘Vulcano’ em 1812, fora de serviço em 1813.
        Comandantes

    1807-1808 - Primeiro-Tenente Basilio Ferreira de Carvalho, comandante do Bergantim 'Condessa de Resende' que acompanhou a família real na viagem para o Brasil integrado na Frota Real comandado pelo Vice-Almirante Manuel da Cunha Sottomayor.
Armamento
1803 - 20 peças de artilharia, 18 peças de 12 pl. 2 peças de 6 pl.



2 comentários:

  1. Olá! Ganhe dinheiro sem sair do conforto da sua casa!!!

    Sou Rafael da Silva, conheci essa oportunidade de desenvolver uma atividade a partir de casa e obter uma ótima Renda Extra junto a uma empresa séria e em atividade desde 1998, achei fantástica e quero lhe indicar para que você, assim como eu, tenha a oportunidade de ganhar dinheiro aproveitando suas horas livres.

    A empresa é a FR Promotora, ela nos oferece a oportunidade de obter ganhos semanais que podem rapidamente passar dos R$ 150,00 e ganhos mensais superiores a R$ 1.500,00 , tudo isso sem ter que comprar e nem vender nada, apenas divulgar!

    O funcionamento é muito simples:
    Consiste em ganhar dinheiro divulgando os Serviços que a empresa trabalha e também o sistema de Renda Extra que ela oferece.

    Ao cadastrar-se você recebe um código de participação, um site personalizado com seus dados, a empresa lhe ensina a divulgar e você ganha dinheiro com o resultado da sua divulgação.

    Além de garantirmos uma ótima Renda Mensal e Ganhos Semanais, a empresa ainda garante, a nós participantes, os seguintes benefícios:

    Crédito mensal no celular ou uma Loja Virtual;
    Telefone da Nextel ou conexão Banda Larga;
    Laptop no valor de R$ 1.100,00
    Plano de Saúde;
    Uma Moto Honda 125;
    Previdência Privada;
    Material de apoio ao seu trabalho e muito mais.
    Vale a pena! Conheça já esse lucrativo negócio clicando no link:
    http://www.frpromotora.com/44450080

    Qualquer dúvida entre em contato comigo.

    Meu nome de cadastro na empresa é: Rafael da Silva 44450080

    Sucesso e muita felicidade!
    Esclarecimento:
    DIGITE-AQUI-SEU-NOME sou cadastrado(a) no sistema de Renda Extra da FR Promotora e lhe enviei esta mensagem por acreditar que seja útil para você também. Aproveite!

    http://www.frpromotora.com/44450080

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.